quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Jurema.

O tungstênio não serve ao sistema
nem forma nas escolas do governo,
o Paulo, o Coelho, o Inferno
e o falso poder que virou tema

dos escolarizados. Sou eterno
ao desobedecer  este poema
e não apoiar Carlos. Seu dilema
intelectualizou a ema

e escondeu-lhe como um  animal
que bota ovo em um  universo
desobedecedor da ordem  primal.

Mantenho-me  como infinitesimal
sem pertencer ao verso e ao inverso
da “Castañeda” escala decimal.